Surto de dengue: o que está acontecendo?

Em 2022, foi notificado um surto de dengue no Brasil. Os casos aumentaram em 113,7% no primeiro quadrimestre. Venha entender o que está acontecendo. 

De acordo com dados do Instituto Butantan, o Brasil está passando por um surto de dengue no ano de 2022. 

Até abril deste ano, o número de casos passou de 540 mil – um aumento exponencial se comparado ao ano de 2021 inteiro, que bateu 544 mil casos prováveis. 

Neste ano, a região centro-oeste apresenta a maior incidência dos casos de dengue, seguida pelas regiões sul, sudeste, norte e nordeste. Algumas cidades até mesmo decretaram estado de epidemia de dengue. 

O que é e quais os sintomas da dengue? 

A dengue, transmitida através da picada do mosquito Aedes aegypti, é uma doença viral que pode acometer qualquer indivíduo, adulto ou criança. Porém, idosos e portadores de doenças crônicas são grupos de risco. 

Os principais sintomas são febre alta, acima de 38ºC, dor no corpo, de cabeça e nas articulações, dores atrás dos olhos, mal-estar, perda de apetite e manchas vermelhas no corpo. 

Algumas pessoas não apresentam sintomas, enquanto outras podem desenvolver os casos mais graves da doença, levando a casos como hemorragia. Em caso de sintomas, procure um médico. 

Surto de dengue: o que está acontecendo? 

Como o verão abrange os primeiros meses do ano, a proliferação do mosquito Aedes aegypti é ainda maior nessa época, principalmente devido ao acúmulo de água parada. 

Nessa época do ano, as chuvas de verão – entre novembro e maio – ajudam a espalhar a doença. Em águas paradas, o mosquito pode sobreviver por até 1 ano no local. 

Como evitar que surtos de dengue voltem a acontecer? 

A forma mais eficaz de prevenção é combatendo a proliferação do mosquito. Existem muitas campanhas de prevenção à dengue, principalmente em escala municipal. 

Por isso, é importante que você coloque em sua rotina pequenas práticas para combater o Aedes aegypti

  • Verificar se a caixa d’água de sua residência está tampada; 
  • Verificar se as lixeiras estão tampadas;
  • Limpar as calhas e cobrir as piscinas;
  • Fechar os ralos e as tampas dos vasos sanitários;
  • Cobrir os reservatórios de água;
  • Colocar areia no prato das plantas.

Todas essas medidas são a favor de evitar os focos de mosquito, que se desenvolvem através da água parada, em locais que podem se tornar criadouros, como garrafas, pneus… E tudo que acumule água. 

Qual é a melhor medida de prevenção durante um surto de dengue? 

Existem algumas medidas que podem reforçar a prevenção, feitas para cuidado pessoal e com a sua família, como: 

  • Reforçar o uso de repelente; 
  • Cobrir a maior parte do corpo com roupas claras;
  • Telar janelas e portas – e até mesmo a cama ou berço, se possível, 

Além disso, poucos sabem, mais existe uma vacina contra a dengue. A sua probabilidade de prevenir a dengue comum é de 65,5%, na prevenção da dengue grave e hemorrágica, ela chega a 93% e de internação é maior que 80%. 

Enfim, faça a sua parte em relação à limpeza de quintais e também a vacinação. Lembre-se, a sua atitude pode mudar diversas vidas!

Fonte: 

Prevenção e combate ao Aedes aegypti. Unicef. Acesso em 23 de maio de 2022. 

Leia Também:

Quais as vacinas mais importantes para um bebê?

Quais são as vacinas dos dois meses para os bebês?