Banner interno

Dengue

Dengue

A vacina contra a dengue foi desenvolvida com o propósito de evitar a manifestação do vírus no corpo do paciente. Essa prevenção é um aspecto muito importante, afinal, a dengue trata-se de uma doença séria, que pode causar sérias complicações.
Em 2018, o ministério da saúde divulgou um dado alertando sobre os riscos de surto do vírus. Segundo os números, 22% dos municípios brasileiros apresentam um alto risco, como mostra a matéria do portal G1
Essa informação, reforça a importância de utilizar o principal mecanismo de prevenção, a vacinação. Além, é claro, de evitar a proliferação do mosquito. Uma ótima maneira de fazer isso é seguindo as orientações da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).
 

Dengue:

Ano após ano ouvimos falar sobre a dengue. Essa palavra já se tornou comum no vocabulário do brasileiro. Afinal, constantemente somos impactados por notícias sobre pessoas atingidas pela doença. Por isso, é muito importante entender mais sobre o tema, sabendo identificar a doença e se prevenir.

 

Transmissão:

O principal agente na transmissão da dengue é o mosquito Aedes Aegypti. É por meio desse mosquito que o vírus chega nas pessoas. Inicialmente, a inseto pica alguém que já contém o vírus da dengue. A partir desse momento, o vírus se multiplica no intestino do inseto, até chegar as glândulas salivarias. Desse momento em diante o mosquito já consegue transmitir a doença através da picada.

Uma vez infectado, o mosquito torna-se capaz de transmitir a doença até o fim da sua vida, que dura aproximadamente 45 dias. Apesar de parecer pouco, durante esse tempo o mosquito consegue infectar até 300 pessoas.

 

Sintomas: 

Os sintomas da dengue não aparecem de forma imediata. Eles demoram entre sete e quinze dias após o paciente ter recebido a picada do mosquito. Os primeiros sintomas a aparecer são:

Febre;

Dor de cabeça;

Essas manifestações podem durar até 1 semana.

Em seguida, outros sintomas começam a surgir no paciente, são eles:

Dor de cabeça;

Dor atrás dos olhos;

Dor nos músculos;

Cansaço intenso;

Vômito;

Pintinhas pelo corpo;

A dengue ainda pode ser dividida entre dengue clássica e dengue hemorrágica. A clássica, apresenta os sintomas informados anteriormente. Já a hemorrágica, que é considerada a forma grave da doença, surge inicialmente como a clássica. Porém, após 5 dias, tem início a hemorragias e choques. Para essa forma da doença, é preciso ligar ainda mais o alerta, afinal, ela pode levar até a morte.

 

Vacina: 

Agora que você já entende um pouco mais sobre a dengue, podemos dar mais um passo a diante e entender mais sobre a vacina contra a dengue. O primeiro ponto é entendermos o poder dessa vacina. Para isso, temos os números, que mostram a sua eficácia.

A sua probabilidade de prevenir a dengue comum é de 65,5%, na prevenção da dengue grave e hemorrágica, ela chega a 93% e de internação é maior que 80%. Como podemos ver, a vacina contra a dengue, ajuda a prevenir principalmente contra os casos mais graves, que geram mais dor e sofrimento para o paciente.

Mesmo sabendo a importância da vacina e a qualidade da sua ação, sabemos que você ainda possui algumas dúvidas. Confira a seguir algumas respostas.

  

Quem deve se vacinar:

A maioria das pessoas pode tomar a vacina contra a dengue. Afinal, ela é indicada para pessoas dos 9 aos 45 anos. As pessoas que já contraíram a doença previamente, também devem receber a vacinação. Como podemos ver, a lista de pessoas que deve consumir a vacina é ampla. Porém, ainda assim existe contraindicação para algumas pessoas.

 

Contraindicação: 

Caso você se enquadre em alguma das características a seguir, a vacina contra a dengue é contraindicada para você, confira:

Pessoas imunodeprimidas;

Pessoas com alergia grave (anafilaxia) a algum dos componentes da vacina (entre em contato com o Dr. Vacinapara conferir todos os componentes presentes na vacina);

Gestantes;

Mulheres amamentando.

  

Gravidez e Dengue: 

Essa sem dúvida é uma pergunta muito importante. Afinal, em meio a gravidez necessitamos ter cuidado em dobro, conosco e com a criança. Em meio a uma epidemia da doença é comum as mães terem medo. Porém, essas mulheres estão no grupo contraindicado, ou seja, não devem receber a dose da vacina contra a dengue.

Essa indicação vale também para aquelas que estão amamentando. Para esse grupo de pessoas, a alternativa é evitar ao máximo o contato com o mosquito. 

 

 

Unidades que realizam esta vacina:

Sorocaba - Unidade Ápice

Sorocaba - Unidade Ápice

Rua Eulália Silva, 214, 3º andar
Jardim Faculdade - Sorocaba/SP

Telefones:

(15) 3229-0219 | | (15) 99189-5520
Sorocaba - Unidade Olga

Sorocaba - Unidade Olga

Avenida São Paulo, 4525
Além Ponte - Sorocaba/SP

Telefones:

(15) 3442-6009 | (15) 98837-9823
Cerquilho - Unidade C.M. São José

Cerquilho - Unidade C.M. São José

Av. Washington Luís, 392
Centro - Cerquilho/SP

Telefones:

(15) 3288 4848 (opção 3) | (15) 98176-2855